Seja bem-vindo ao OpenBrasil.org

Encontro das Águas


O Encontro das Águas é um fenômeno que acontece na confluência entre o rio Negro, de água negra, e o rio Solimões, de água barrenta, onde as águas dos dois rios correm lado a lado sem se misturar por uma extensão de mais de 6 km. É uma das principais atrações turísticas da cidade de Manaus no estado brasileiro do Amazonas.

Esse fenômeno acontece em decorrência da diferença entre a temperatura e densidade das águas e, ainda, à velocidade de suas correntezas: o Rio Negro corre cerca de 2 km/h a uma temperatura de 22°C, enquanto que o Rio Solimões corre de 4 a 6 km/h a uma temperatura de 28°C.

Há dezenas de agências de turismo que oferecem o passeio à região, em roteiros que costumam incluir uma volta pelos igarapés da região. Se o passeio for feito em um barco pequeno, o visitante pode pôr a mão na água durante a travessia de um lado para o outro das águas, e sentir que os rios têm temperaturas diferentes.

No período do rio cheio que vai de janeiro a julho é a melhor epoca para fazer um passeio para observar o encontro das águas, uma vez que as saidas dentre os igarapés são em canoas motorizadas. Pode-se entrar nos furos e braços de rios e ter a possibilidade de ver animais como: pássaros, macacos e preguiças.

O passeio sempre é realizado no Parque Ecológico do Janauari, onde também pode-se observar e tirar fotos das plantas aquáticas Vitórias-Régias. No final do passeio é em um restaurante flutuante, com a comida tipica amazonense. Está em construção uma plataforma de observação do encontro projetada por Oscar Niemeyer.

Cidade: Manaus
Estado: Amazonas

Foto: A/D - Arquivo OpenBrasil.org
I love Brazil - OpenBrasil.org
Página anterior Próxima página

INFO

I love Brazil - O Brasil é cheio de lugares paradisíacos. São rios, cachoeiras, lagoas com água cristalina, cavernas, barreiras de corais, cataratas e muitos mais. De norte-sul e de Leste-Oeste um Brasil que encanta o mundo por suas belezas naturais e arquitetônicas que ainda é pouco explorado pelos brasileiros.